As que você trabalha não definem o quanto você produz

O grande problema é que focamos em fazer muitas coisas, ter um checklist grande e ao final do dia ver que fizemos muitas coisas.


Essa sensação de que temos sempre muitas coisas por fazer, esse “peso” por tanto que realizar não é normal, pode ser o comum do dia a dia, mas no longo prazo teremos problemas (físicos e psicológicos).


Por isso que a quantidade de horas trabalhadas, ou a quantidade produzida, de fato não é o que importante.


Temos que mudar nossa forma de analisar nossa carga de trabalho, e passar a focar em resultados.


Isto tem uma relação direta com algo chamado PRIORIZAÇÃO.


Para termos resultados precisamos saber priorizar as tarefas que gerem resultados ou que estão conectadas com os resultados que realmente precisamos e QUEREMOS atingir. Estas tarefas é que realmente são importantes.


As demais, temos que, se possível, terceirizar, pois são tarefas “come-tempo” e que irão atrapalhar o alcance de nossas metas.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square